Você sabe proteger seu joelho das lesões do esporte?

Descubra se qualquer esporte de impacto detona a articulação e se tensores realmente a protegem

POR MANUELA PAGAN

Share on emailShare on facebookShare on twitter  191

Nossos joelhos são compostos por diversas estruturas: ligamentos, cápsula articular, meniscos, tendões… Cada uma tem uma importante função dentro da articulação- que é o ponto de encontro entre os ossos -, mas podem sofrer muito com a pressão excessiva durante a atividade física. “As articulações dos joelhos recebem todo o peso do corpo que pode ser ainda maior durante o exercício, já que descarregamos todo o peso em apenas um dos joelhos, como na corrida”, explica o ortopedista Paulo Henrique Araújo, especialista em cirurgia de joelho, de São Paulo. Com tanto impacto, seria impossível não existir lesão associada ao esporte, que vai desde artrose até rompimento de ligamentos. Todos esses danos, no entanto, podem ser evitados com os cuidados que você confere no quiz abaixo.

Pergunta: Esportes de impacto, mesmo se bem dosados, são vilões dos joelhos?Parabéns, você acertou esta pergunta

Sua Resposta Não, isso depende dos cuidados durante a atividade física e do tipo de exercício

Nota: Esportes de impacto com rotação – como futebol, vôlei, tênis – e de grande impacto – como a corrida -, deixam os joelhos mais vulneráveis a lesões. Já uma caminhada leve, feita com o tênis adequado, não vai machucar a articulação, principalmente se a sua musculatura estiver bem alongada, fortalecida e aquecida. “Para quem já tem problemas no joelho, recomendo fazer hidroginástica, uma atividade que tem impacto mínimo”, explica Paulo Henrique.

 

Pergunta: O uso de tensores serve para: Ops, você errou esta pergunta

Sua Resposta Evitar lesões de joelho

Resposta correta: Nenhuma das alternativas

Nota: O uso de tensores e outros dispositivos que prometem proteger as articulações em nada evitam ou cuidam dos machucados nos joelhos. “Se os tensores forem usados por muito tempo, eles podem acabar enfraquecendo a musculatura, que será pouco utilizada”, explica Paulo Henrique. “Não há evidência de que eles, de fato, protejam a articulação.” O uso está recomendado apenas para lesões em que a movimentação deve ser limitada, como no caso das tendinites, e sempre com recomendação médica.

 

Pergunta: Qual é a função do alongamento na prevenção de lesões de joelho?Parabéns, você acertou esta pergunta

Sua Resposta Um músculo bem alongado mantém aarticulação estável, além de promover o relaxamento depois do exercício

Nota: O ortopedista Hugo Alexandre Barros Cobra, vice-presidente do Comitê de Joelho da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, explica que os alongamentos, principalmente da musculatura que fica na parte de trás das pernas, diminuem a pressão entre os ossos do joelho chamados de patela e fêmur. “Um músculo bem alongado consegue proteger a articulação contra lesões, pois impede o encurtamento das fibras musculares”, explica.

 

Pergunta: De que maneira o aquecimento ajuda a prevenir lesões?Parabéns, você acertou esta pergunta

Sua Resposta Ele prepara a musculatura para a atividade física e ajuda na lubrificação da articulação

Nota: “Fazer uma caminhada leve ou movimentos de aquecimento melhora a lubrificação das articulações, mas a maior beneficiada é a musculatura, porque ficará mais preparada para o exercício”, explica o ortopedista Hugo Alexandre. Os músculos bem aquecidos – principais responsáveis por proteger as articulações – não sofrem estiramento com a mesma frequência que a musculatura mal preparada.

Pergunta: Podem acontecer lesões de joelhos durante a musculação?Parabéns, você acertou esta pergunta

Sua Resposta Sim, já que essa atividade pode gerar sobrecarga nos joelhos

Nota: Hugo Alexandre explica que a musculação, principalmente os aparelhos cadeira extensora e leg press, aumentam e muito a sobrecarga nos joelhos, uma vez que é imposto à articulação um peso muito maior do que ela é fisiologicamente preparada para aguentar. “A sobrecarga é marcante entre patela e fêmur, o que pode levar a um desgaste mais rápido, e sobre o tendão patelar, gerando dor e até mesmo diminuição da mobilidade”, explica. Para evitar o dano, não exagere no peso e nas repetições e tome muito cuidado com a postura.

 

Nota: Segundo estudos, homens praticam mais atividade física que as mulheres e, por isso, sofrem mais lesões de joelho. Mas o físico das mulheres dá mais predisposição a essas lesões. “O quadril delas é consideravelmente mais largo que os joelhos, o que altera a angulação normal do joelho e favorece lesões, como o desgaste da cartilagem da patela”, explica o ortopedista Paulo Henrique. “A musculatura do homem também costuma ser naturalmente mais forte, o que protege a articulação.” Mas mulher alguma deve achar que é preciso diminuir o quadril ou mudar a angulação normal do joelho: o especialista adverte que essa curvatura é fundamental para que ela possa ter filhos e a “correção” só traria mais problemas. O ideal é investir em cuidados de prevenção.

 

Nota: Quem tem sobrepeso ou obesidade tem mais chances de sofrer uma lesão porque o peso da pessoa é maior do que o joelho é fisiologicamente capaz de aguentar. Uma caminhada, que é de baixo impacto, pode ser feita sem maiores problemas. Mas quem tem obesidade ou sobrepeso deve, de fato, ter um cuidado maior com exercícios de alto impacto. Quando a pessoa decide começar a correr, por exemplo, precisa verificar a condição cardiorrespiratória que ela possui. Se for muito baixa, é possível melhorar com treinos que elevam a frequência cardíaca, com o auxílio de um médico e um educador físico. “Escolher pisos que absorvem o impacto – como a grama e a esteira -, usar tênis adequado e fazer um treino intercalado de caminhada com corrida são as melhores opções nesses casos”, explica Hugo Alexandre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *