Os benefícios do karatê para autistas

As artes marciais, entre elas o karatê, são recomendadas para todas as crianças, inclusive as que possuem características do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Diferente do que muitas pessoas imaginam, o karatê não é um esporte violento, muito pelo contrário. Ele desperta autoconfiança e autocontrole, princípios muito interessantes para crianças que sofrem de déficit de atenção ou que são muito agitadas no dia a dia.

As artes marciais, de maneira geral, pregam a disciplina, que é base para o aprendizado e desenvolvimento de outras habilidades importantes que são praticadas e aprimoradas durante toda a vida.

O que o karatê pode oferecer para as crianças com autismo?

Um dos pontos-chave do karatê são os movimentos, que estimulam a criança a ter mais equilíbrio e melhorar a postura. Juntamente com a disciplina pregada pelas artes marciais, o aluno precisa praticar a concentração e a paciência para executar o movimento de maneira correta e precisa.

Esses três benefícios – equilíbrio, concentração e paciência – são muito importantes e devem ser desenvolvidos em crianças com características de autismo de qualquer grau.

Sobre a idade para começar neste esporte, geralmente a partir dos 2 anos já pode iniciar no karatê. Eu sempre digo que o principal é avaliar caso a caso, ver o que a criança precisa desenvolver e, aos poucos, vamos trabalhando as habilidades dela através da prática de atividade física, independentemente da idade.

Lembrando que a prática de esportes ajuda a desenvolver a musculatura inferior e superior, sendo que essa característica traz consigo outras duas que também são bastante interessantes: a perda de peso e a melhora na alimentação.

No karatê, assim como em outros esportes, o aluno precisa se esforçar e estar bem alimentado para praticar a aula com a dedicação necessária.

Os movimentos praticados no tatame também aguçam os sentidos e os reflexos, aliviam o estresse e ainda melhoram a flexibilidade do corpo.

Viu só a quantidade de benefícios que o karatê pode oferecer às crianças com autismo? Eu, como professor de Educação Física, reforço sempre a necessidade de incentivar as crianças a praticarem esportes e tenho certeza de que artes marciais, entre elas o karatê, farão muito bem ao seu filho ou filha!

Espero que você tenha gostado de mais esta dica de esporte, neste artigo sobre karatê.

Caso haja algum assunto relacionado ao autismo que você tenha dúvidas, use o espaço dos comentários para deixar sua sugestão. E fique à vontade para compartilhar nossos materiais nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *